Nosso trabalho

Minha foto
Blog articles Dr. Sergio Prancvitch (Ramy Shanaytá) and research on Integrative Medicine and bioscience. Shanaytá é diretor e fundador do Instituto KVT, ancião da milenar tradição Tubakwaassu, Farmacêutico e Bioquímico, professor, conferencista, escritor e comunicador do progama "A natureza ensina". Pesquisador de biociência e ciências da saúde, consultor para pesquisas etnobotânicas, etnofarmacêuticas para laboratórios,industria farmacêutica e cosmética. Fundador da Instituição Filantrópica e Cultural Ará Tembayê Tayê, fito KVT e Editora KVT. Professor de fitoterapia, fitoquímica, fitocosmética, desenvolve e divulga a fitoterapia indígena ou nativa e é professor terapeuta em técnicas naturais, terapias integrativas e práticas de saúde integrativa e complementar. Realiza em suas atividades a convergência entre a sabedoria milenar e os conhecimentos científicos atuais.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Aprenda TUPI e GUARANI - sem complicações

Por: SsaêytaybyInstituto KVT

Olá, “Tupi ou não Tupi”.
Tupi sim e ensinado através de uma didática acessível, por quem realmente fala tupi. A vídeo aula ensina tupi e guarani, através de uma viagem cultural a regiões e locais naturais, instrumentos musicais e muito mais.
Para você que quer realmente saber a essência das expressões como Moema, Tietê, Guaratinguetá, Caraguatatuba, Ubatuba, Boracéia e nomes próprios como Guaraci, Iara, Iracema, Ceci. Além de aprender o que significa, você vai aprender também como realmente se pronuncia.
Se você quiser dar um nome ao seu filho(a), um nome fantasia a sua empresa ou quer saber qual o significado de alguma pronuncia em Tupi ou Guarani é só mandar um e-mail e dentro do possível vamos respondendo.
O e-mail é kvt@kvt.org.br
A cada 15 dias uma nova vídeo aula.
Bom aprendizado.

1 Comentário:

Alexandre disse...

Parabéns Shaêytayby.
Obrigado por ser na extensão dos Ramy nos estendendo sobre uma língua que é mais com a origem do povo brasileiro. E, que está tão intimamente presente em nosso dia a dia, da língua portuguesa, que nem nos damos conta e, nem nos lembramos da origem/significado como no caso da mãe virtuosa (rio Tietê) e quantos outros significados belos existem, não é?
Se fiséssemos uma pesquisa dos nomes de municípios brasileiros acredito que encontraríamos a maioria deles como nomes de derivação indígenas...
Obrigado
Yeemanan e Uruéra

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO