Nosso trabalho

Minha foto
Blog articles Dr. Sergio Prancvitch (Ramy Shanaytá) and research on Integrative Medicine and bioscience. Shanaytá é diretor e fundador do Instituto KVT, ancião da milenar tradição Tubakwaassu, Farmacêutico e Bioquímico, professor, conferencista, escritor e comunicador do progama "A natureza ensina". Pesquisador de biociência e ciências da saúde, consultor para pesquisas etnobotânicas, etnofarmacêuticas para laboratórios,industria farmacêutica e cosmética. Fundador da Instituição Filantrópica e Cultural Ará Tembayê Tayê, fito KVT e Editora KVT. Professor de fitoterapia, fitoquímica, fitocosmética, desenvolve e divulga a fitoterapia indígena ou nativa e é professor terapeuta em técnicas naturais, terapias integrativas e práticas de saúde integrativa e complementar. Realiza em suas atividades a convergência entre a sabedoria milenar e os conhecimentos científicos atuais.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Os misteriosos instrumentos musicais da antiguidade

Por: Tupyrayê - Instituto KVT

Olá
Eu me lembro de quantas vezes observei instrumentos musicais como guitarra, violão flauta, bateria, piano, harpa, porém não me interessava sobre como eram construídos. Quando comecei a realizar minhas pesquisas percebi que os povos antigos detinham uma sensibilidade grande em observar a natureza e construir instrumentos musicais através de suas vivências em contato com os pássaros, os animais, as plantas, os sons naturais. E foram além de apenas reproduzir ou imitar, pois acabaram gerando meios de expressarem a própria música da natureza.

Este vídeo aula traz uma viagem para os tempos mais remotos e a utilização de instrumentos musicais confeccionados com elementos naturais, como ossos, argila, bambu, junco e tronco de árvores. Além de apresentar em vídeo os sons destes instrumentos e as mais variadas culturas do planeta.

3 Comentários:

Ssyarassy disse...

Parabéns Tupyraye, que através do que vem se desenvolvendo com Ramy Arany e Ramy Shanayta, trouxe em uma fala clara, próxima, as imagens, o vídeo em si é de muita qualidade. E esta oportunidade de conhecer os instrumentos da antiguidade e este caminho de evolução até os dias de hoje e poder sentir a essencia de cada instrumento, reunido a natureza, muito bom e muito obrigada! Estarei aguardando a próxima!

Arayessy disse...

Parabéns, Tupyrayê!Muito já sou aprendendo com Tupyrayê no trabalho em que somos reunidos na extensão dos Ramy e sou muito feliz. E,assim como Ssyarassy escreveu, também me preencheu a maneira clara e simples com que Tupyrayê, na extensão de Ramy Arany e Ramy Shanaytá, nos falou sobre a origem da música como sendo a natureza, da voz e do corpo construindo e sendo música e a oportunidade de observar antigos instrumentos construídos pelo ser humano, presentes até os dias de hoje. Também sou aguardando a próxima vídeo-aula.

Alexandre disse...

Parabéns,Tupyrayê,gostamos muito da aula que nos trouxe uma alegria podendo reconhecer o som na natureza e nos instrumentos antigos,acordando em nosso ser a musicalidade.
Yeemanan e Uruera

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO