Nosso trabalho

Minha foto
Blog articles Dr. Sergio Prancvitch (Ramy Shanaytá) and research on Integrative Medicine and bioscience. Shanaytá é diretor e fundador do Instituto KVT, ancião da milenar tradição Tubakwaassu, Farmacêutico e Bioquímico, professor, conferencista, escritor e comunicador do progama "A natureza ensina". Pesquisador de biociência e ciências da saúde, consultor para pesquisas etnobotânicas, etnofarmacêuticas para laboratórios,industria farmacêutica e cosmética. Fundador da Instituição Filantrópica e Cultural Ará Tembayê Tayê, fito KVT e Editora KVT. Professor de fitoterapia, fitoquímica, fitocosmética, desenvolve e divulga a fitoterapia indígena ou nativa e é professor terapeuta em técnicas naturais, terapias integrativas e práticas de saúde integrativa e complementar. Realiza em suas atividades a convergência entre a sabedoria milenar e os conhecimentos científicos atuais.

terça-feira, 24 de março de 2009

O UNIVERSO DAS CORES (YWATÉ XARÃGÁ) - aula 4

Olá amigos,
finalmente chegou a nova vídeo aula de Tupi e Guarani, nesta aula vou ensinar sobre as cores.
Era para entrar na segunda – feira (23/03/09), porém, passamos por um problema com nossos equipamentos, a ventoinha da fonte do computador que se encontrava as minhas vídeo aulas parou de funcionar,então até fazer o pedido e chegar acabei atrasando o envio da vídeo aula.
Respondendo aos vários e-mails recebidos, desculpe!
Agradeço pela paciência de todos e tenham um bom aprendizado
Ps: peço que enviem suas duvidas, sugestões e o que quiserem falar para: kvt@kvt.org.br
Xe ata guatá porã! Porã eté mby´a kwéra! (Eu me despeço de todos e vou seguindo num caminho belo! Gratidão eterna há todos os seres que me apóiam nesse trabalho).


2 Comentários:

paolo disse...

Muito obrigado por estar efetuando esta iniciativa, sou italiano ma vivo no Brasil desde 1997. tenho muito interesse em todos os assuntos tratados por vocês.
Gostaria se possível aproveitar para fazer uma pergunta. Qual são as maiores diferencias entre Tupy Guarani e nheengatu. Se aprender a falar o primeiro depois e útil para falar o segundo o e melhor procurar cursos de nheengatu já de uma vez?
Muito Obrigado

Paolo

Vídeo Aula Instituto KVT disse...

A língua ñeengatu foi desenvolvida pelos padres jesuítas e reúne vários dialetos do tronco tupi, isso facilitou na formação de uma língua geral que desse a possibilidade da comunicação com os povos pertencentes ao mesmo tronco linguístico.Aprendendo a língua Guarani em primeiro lugar auxilia na assimilação dos sons que são bastante peculiares, é importante saber que para um estudo sério da língua indígena é necessários a vivência no meio indígena e se desapegar dos conceitos já pré-determinados, pois, por exemplo: os estudos da língua Guarani traduzem a palavra avaxi como sendo milho, porém essa palavra quer dizer “mãe do ser ou mãe do homem”, isso mostra que não adianta apenas trocar de palavra, par realmente entender o que se esta falando é necessário compreender a cosmologia fator esse que foi desconsiderado pelo europeu e também pelos jesuítas.
Um grande abraço Paolo, espero ter auxiliado em sua duvida.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO